My Love is on the Radio -Parte 3 "Despertou algo"

                      



-O pior é que eu não sei se ela é realmente madura ou se ela finge. -bateu na mesa e ri baixinho.
-Ela é bem bonita, não é gostosona, é normal. Mas as coxas dela! -Liam disse e Zayn riu.
-E ela despertou algo em mim... -respirou fundo.
-Ereção? -Liam brincou e Zayn tacou-lhe uma banana.
-Não, cara! Na boa... Ela é muito esperta. -pareceu pensar. -Gosto de garotas difíceis mas ela... Ela parece ser um desafio imenso. -sorri e entrei na cozinha.
-Bom dia! -dei um leve sorriso e peguei uma fruta.
-Bom dia! Quer dizer que você tem quinze anos? -Liam soltou e recebeu um olhar feroz de Zayn, sussurrou um "desculpa" para ele e ri.
-Quer dizer que falou de mim? - o olhei por cima dos ombros enquanto pegava um copo.
-Sim, algum problema.  - segura minha cintura com suas duas mãos.
-Problema nenhum, Malik. -sorri amarelo e enchi o copo com o suco de laranja. -Pode tirar suas mãos da minha cintura?
-Te deixam nervosa? -vire para ele.
-Simplesmente não quero alta intimidade. -sorri rapidamente e tirei suas mãos.
-Bom dia, Zayn! -Camila se pendurou no cangote dele e as outras meninas vieram tagarelando. Saí da cozinha e fui para o quintal, com certeza Drake estaria chegando e falando nele.
-Bom dia, (Seunome)! -abriu os braços vindo em minha direção e nos abraçamos rapidamente.
-Vamos agora? -concordou
-Só dez minutinhos pras meninas tomarem café, hoje teremos um dia duro! -concordei
-Hey, Drake! -Liam veio abraçando-o de um jeito "másculo" e eu ri.
-Cuidou bem das meninas? -olhou pra mim com um olhar malicioso
-Digamos que (seunome) teve cuidados extras. -piscou e revirei os olhos, logo Zayn chegou passando o braço por meus ombros, Drake semicerrou os olhos para Zayn e o mediu com olhar de um jeito obscuro.
-Fala aê, Drake! -acenou com a cabeça e olhei pra Zayn com um olhar de "Fala sério?"
-A gente conversa lá em casa. -Drake estreitou o olhar para Zayn e entrou na casa.
-Opa! -Liam sorriu e eu revirei os olhos
-O que? -tirei o braço de Zayn. -O que houve com Drake?
-Acontece que seu amiguinho aí indiretou  umas para Drake e você fazia parte dessas indiretas. -pisquei e Zayn parecia tentar entender.
-Basicamente eu disse que você a beijou. - concordou de forma tranquila.
-De boa. -passou seu nariz em meu rosto e saí dali.
                          [...]
-Tchauzinho Trevor! -beijei seu rosto e recebi um carinho gostoso em meu cabelo.
-Obrigada pela visita! Minha casa estará sem aberta pra você. -sorri largo.
-Tchau meninos! -acenei para os cinco que disseram um tchauzinho.
-Vai ir sem me dar um abraço? -assim que dei as costas Zayn disse e as meninas me olharam torto.
-Tchau, Zayn. -dei um sorriso de canto e dei as costas.
-Vocês não querem ir no shopping com a gente? -Liam soltou de forma cúmplice, respirei fundo e olhei para Drake que viu  as meninas aguçadas.
-Temos treino... -Drake disse com o pé atrás.
-Por favor, Drake! -Ágata pediu
-Duas horas, vou ficar aqui com Trevor. -me amedrontei com o fato de ficar por mais tempo perto de Zayn, recebi um olhar travesso dele e apenas o ignorei.

-A melhor coisa é como a mãe do Zayn o chama! -os olhos de Louis brilharam, pronto para zoar o amigo.
-Conta! -pedi já prendendo o riso.
-Louis! -Zayn o repreendeu.
-Sunshine! -afinou a voz e todos sentados no banco riram, inclusive eu.
-Que lindo, Sunshine! -retruquei o aperto na bochecha que ele fez há quinze minutos atrás
-É! -disse com raiva
-Para Zayn! Não estraga! -me emburrei e do nada todos os meninos desapareceram, devem ter ido buscar as meninas dentro da loja.
-Então está gostando? -concordei
-Você é uma pessoa legal. -ri
-Você também é. -olhou pro lado e por um meio segundo vi a insegurança em seu olhar, colei meus lábios com o dele rapidamente. -Quando você vai embora? -disse que em menos de um mês. -Topa uma amizade-colorida?
-Sério mesmo que está me perguntando isso na cara dura?
-Quer que eu ajoelhe? Ajoelho. -dois segundos já o vi de joelhos e milhares de fotógrafos tirando fotos. -Aceita ser minha amiga-colorida?
-Você não existe! -disse sem graça.
-O melhor é que não tem como você não aceitar. -neguei
-Tem sim, não. -o ajudei a levantar e ri de sua reação.
-Eu não desisto fácil. -admitiu e roubou um selinho meu, me mantive séria. -Não queria? -soltei um riso. -Palhaça! -rimos e ele me puxou pela cintura com os vários flashes em nosso rosto, saímos do shopping sem falar a ninguém

Oooooi meninas! Tudo bom? Mais uma vez estou aqui postando o/ Bem, obrigada pelos comentssss! Foram 6! Uhuuul! Vocês são maravilhosas, na boa! Obrigada! :) Aqui vai algumas redes sociais minhas, amo vocês! E por favor, comentem! :*
Ask: https://www.ask.fm/vick2501
Blog: https://www.miniimaginefanfic.blogspot.com
Twitter: https://www.twitter.com/realblogvickmp
Twitter²: https://www.twitter.com/cariocavivi


Recado da Lary - Sobre Laser Light

Ooooi gente!
Como vocês estão? Espero que bem...
Viram que eu sumi? Então gente, perdão... Eu prometi que não iria sumir... Mas olha, acontece que meu PC tá puro vírus. Muuuuuuito lerdo. Me perdoem OK? E eu to enrolando pra levar ele pra formatar, porque tô lotada de provas e talz... Tô postando pelo celular.
Desculpem?
Não esqueci daqui não viu?
Espero poder voltar logo.
Vocês me perdoam? 😢
Espero que ao menos me entendam.
Volto em breve. Prometo.
Mil beijinhos 😊
Até breve
Lary X 😄

Sinopse - Strong

Eu ainda não vou colocar a capa aqui porque eu quero fazer um suspense haha, mas aqui está, como prometido a sinopse escrita de Strong que é a fanfic que eu vou postar e ela é com o Harry, estou ansiosa por isso! Vamos lá:

''E se toda a sua vida passasse diante de seus olhos? E se de uma hora para a outra você perdesse a sensação de liberdade? E se você perdesse o dom de andar? Tudo havia acontecido de maneira trágica e rápida, ele estava preso em uma cadeira de rodas, temporariamente, mas era preciso perseverar e ele não tinha capacidade para enfrentar isso sozinho. Os erros que cometemos refletem o que vamos sofrer no futuro, Harry Styles não havia pensado nas consequências antes de agir de maneira irresponsável, agora era tarde demais para arrependimentos, agora era tarde demais para chorar algo que já havia acontecido, ele estava preso à uma situação que ele mesmo tinha provocado. Enfrentar e superar, era isso que era preciso. Seria difícil, preso à uma cadeira de rodas e com o coração completamente fechado para os sentimentos, essa era a vida de Harry Styles nos últimos tempos.''

É isso, espero que tenham gostado da sinopse, e pra quem está lendo minha fic com o Justin no Social Spirit eu acabei de postar um novo capítulo, então quem quiser, clique aqui.  Bom, é isso, amanhã tem o trailer, e obrigado por terem me recebido bem aqui no blog, estou muito feliz!

Melina

Olá!

Olá, eu me chamo Melina (pode chamar de Meli) e eu sou a nova postadora do blog. Vou explicar melhor, sou amiga da Mari e ela começou a ler minha fic e gostou então ela me chamou para postar aqui, eu como não sou louca de recusar, aceitei. Gente ela pediu pra avisar que não conseguiu aparecer por aqui, eu entendo, o PC dela está ruim. Bom, eu to super animada de começar a postar aqui, eu sou Directioner, Belieber e Selenator. Atualmente escrevo uma fanfic com o Justin no Social Spirit ela se chama Let Her Go e se alguma de vocês além de Directioner é Belieber e quiser ler é só clicar aqui que vai ser muito bem vinda como minha nova leitora. Bom, eu vim aqui dizer que irei postar uma fanfic aqui e ela vai ser com o Harry e eu to amando a ideia dela. Eu vou postar a sinopse escrita e a capa mais tarde e o trailer amanhã porque eu acho que não vai ficar pronto até a hora de postar a sinopse escrita. Bom, eu acho que é isso, quem quiser olhar o meu twitter (eu tinha um, desativei e agora com a fic tive que criar outro então ele é novo) é só clicar aqui (sigo todos de volta) e se quiser me fazer alguma pergunta no ask é só clicar aqui, é isso e até mais tarde! Obs: Assim que a Mari puder ela aprece para explicar melhor isso.

My Love is On the Radio -Parte 2 - A cozinha interessante.

   


       Não tínhamos nada do que fazer e hoje dormiríamos na casa de Trevor, os meninos concordaram entre si dormirem também e todos nós iremos acampar dentro da sala, mas eu ainda estava na quadra interna em cima do terceiro e último degrau da arquibancada
-Nossa! -Ouvi a voz baixa de Zayn
-Oi Zayn. -disse desanimadamente procurando alguma novidade no twitter
-O que está fazendo? -perguntou se sentando ao meu lado
-Ah segundos atrás mexia no twitter, agora falo com você e mexo no twitter. -disse risonha.
-Vamos jogar? -perguntou se levantando, concordei deixando o celular de lado e vi Zayn com um sorriso travesso nos lábios. -Mas eu quero apostar. -desci da arquibancada pegando a bola de sua mão.
-O que vai querer se ganhar? -pareceu pensar
-Um beijo demorado, mas quero um beijo com pegada. -dei de ombros. -E você? -perguntou
-Nada. -joguei a bola na cesta e ele apenas assentiu mordiscando o canto do lábio inferior.- Quem fizer seis pontos, ganha. -concordou sorridente e dei um leve sorriso só para não deixa-lo sem graça. Deu a bola para mim e ergui uma sobrancelha. -Primeiro as damas.
-Não preciso de vantagem. -joguei a bola de volta para ele e então começou o jogo, roubei a bola de Zayn, o driblei e fiz cesta de dois pontos. -Eu disse que não precisava de vantagem. -pisquei e roubando a bola de mim, o roubei e fiz outra cesta de três pontos. -Vai continuar? -o desafiei e pegando a bola, parou no meio e lançou a bola na cesta conseguindo três pontos.
-Claro. -respirou e deu uma piscada, peguei a bola, corri e acabei caindo no chão. -Tudo bem? -esticou a mão e me levantei sem segura-la
-Uhum. -peguei a bola e ele roubou de mim e fez uma cesta de um ponto. Assim que ele pegou a bola corri e a roubei, taquei na cesta e passei do objetivo de pontos, eram seis mas eu fiz oito. -Pronto.-dei a bola para ele.
-Não vai querer realmente nada? Certeza? -me desafiou
-Absoluta. -peguei o celular e saí dali confiante, só senti uma forte me puxar e meu corpo grudar com o de Zayn.
-Não acredito em você. -fixou seu olhar fervoroso em meus lábios.
-O problema não é meu, Zayn. -arrumei minha respiração. Comecei a fazer um carinho de leve em sua nuca e levei minha boca para seu pescoço e despejei um beijo ali, deu uma leve segurada em meu pescoço e olhou em meus olhos e quase juntou nossas bocas. -Eu disse que me controlo, Malik. -sussurrei de forma comum e ele suspirou me colando mais a seu corpo. -Está me machucando.
-Você é surreal. -sussurrou de forma que todo meu corpo se arrepiou.
-Não sou pra você. -afirmei agora com um pouco de medo. Eu só tenho quinze anos, posso ser mais matura do que muitas garotas de quinze por aí mas não tenho coragem de me envolver com um homem de vinte. Saí de perto dele e fui até a casa.
                             [...]
   Era de madrugada e não consegui fechar os olhos durante o resto da noite, Europa, One Direction e Zayn Malik apareceram de forma inusitada. Pensei que o melhor lugar para se passar o tempo pensando era na cozinha
-Acordada? - "Merda!" sussurrei
-Er... -encarei os olhos de Zayn.
-Eu tenho uma pergunta. -disse com um tiquinho de autoridade enquanto abria a geladeira. -Como assim você não é pra mim? -abri a boca de forma repetitiva porém não saía som algum -Não estou escutando. -caçoou.
-É que... Nada não. -dei de ombros e ele riu.
-Está com medo? -saiu do lado oposto do balcão e veio em minha direção.
-Não. -falei confiante.
-Então diga.
-Acontece que eu sou nova e não acho legal ficar com um cara mais velho. -arqueou a sobrancelha
-Você não tem dezoito? -neguei -Dezessete?
-Tenho quinze anos. -arregalou os olhos.
-Se eu te beijasse seria pedofilia? -pareci pensar.
-Acho que não.
-Ótimo, porque não sou nenhum pedófilo. -em dois segundos ágeis, Zayn grudou seus lábios nos meus me fazendo estremecer com a pequena "linha" de sono em meu corpo, prossegui com o beijo de forma gentil e minhas mãos pararam em seu cabelo liso e macio, suas mãos começaram a acariciar meu rosto e nos separamos. -Como é beijar um cara mais velho? -percebi que ia se gabar.
-Nunca disse que não tinha ficado com um cara mais velho. -passei a unha de leve no contorno dos lábios de Zayn e dei um selinho. -Boa noite, Malik. -pisquei

OOOi meninas! Tudo bom??? Olha como está essa parte em ! Hahahhaha e não Hanna, não vai ter hot :( eu não consigo fazer hot!!! Aiaiai, mas vamos ao que interessa, obrigada por comentarem, de verdade! Isso é muito especial pra mim, de verdade. Gente, percebi que fiz uma besteirinha... Não sei se perceberam mas, (Seunome) tem 15 anos, ela está no segundo ano do Ensino-Médio Minha ask, https://www.ask.fm/vick2501
Meu twitter: https://twitter.com/@realblogvickmp BEIJÃO! E já, já vou modificar na parte 1, posto mais uma parte hj.
Ps. Obrigada por serem tão amorosas! Amei os comentários :*

recadinho da Mari :3

Hey Girls! Como vocês estão? Espero que bem ^^
bom garotas, como eu avisei, eu fiquei um tempo fora porque o meu pc estava horrivel e adivinhem? (PAM,PAM,PAM)
Está a mesma coisa! (¬¬)
Pois é, eu tentei arrumar, até arrumei. Por 5 minutos. Depois estava a mesma coisa.
Mas a noticia boa é que: Eu consegui pelo menos arrumar o problema do flash player. Conclusão: eu consigo acessar o blog agora (AVA.)
Entããããão. Eu só passei para avisar que amanhã eu venho postar, tá? E desculpem por esse layout shit, eu não acho nenhum legal. Se alguém conhecer algum site ou alguem que faz, deixa aí nos comentarios, please?

Mais uma noticia! Vocês se lembram das fanfics que eu avisei que faria, não é? Eu estou trabalhando nelas e para os curiosos de plantão, vou deixar aqui em baixo a Capa de Drunk in love e a sinopse de All of me (She will be loved). As proximas fanfics, assim que Story of my life e Feel the love acabarem. (Vai demorar, né?) 

ta aí:









Sinopse de All of me: 




Bom girls, beijinhos e até amanhã! <3 e Ah! Obrigada a todas 
as garotas que me mandaram parabéns! Eu amo vocês <3


My love is on the radio -Parte 1

    
      Amanhã seria nosso primeiro jogo de basquete aqui em Londres e hoje é o dia para que a gente siga nosso treinador Drake, ele disse que gostaria de apresentar a alguns amigos e o que mais me amedronta são os amigos dele. Bem, eu sou uma boa jogadora de apenas catorze anos, meus pais concordaram em minha decisão de jogar em amistosos por toda a Europa (num prazo de um mês)! Eu sou ligeiramente baixa para alguém que joga basquetebol, tenho 1.65 de altura, não tão baixa nem tão alta para uma mulher. Meu cabelo é um liso cacheado bem puxado pros cachos mas a maioria das vezes vivo de escova menos aqui porque vou começar a jogar bastante e não é  muito bom andar com cabelo fedorento por aí! Aqui na Europa somos ao todo doze meninas mais a comissão técnica, aumenta esse número, as meninas vão até dezenove anos de idade, todas somos novas somos o time feminino jovem brasileiro de basquete. Vamos listar as cinco(com quem eu convivo)
Ágata: Loira de olhos azuis, alta mas não tem um rosto bonito e é bem esbelta.
Camila: A mais magra, seca! Mas é muito bonita de rosto e tem um cabelo bem lisinho e escuro, é branquinha.
Daniela: A mais inteligente do grupo mas não tem muito juízo quando bebe demais. Ela tem olhos verdes a pele morena e um corpo bonito.
Eliza: Essa é com quem me dou melhor, tem cabelo bem lisinho, é morena e tem um corpo de dar inveja em muitas mas ela é baixa, só um pouquinho mais alta que eu, três centímetros.
Eu: Por fim, eu! Me descrevi um pouco acima, tenho cabelo mediano, vai até a altura dos ombros, tenho um corpo bem bonito(considero) e sou a mais ajuizada até então.

-(Seunome), estamos só te esperando! -concordei terminando de arrumar meus cachos e jogar a franja pranchada para trás.
-Pronto Drake! -encaixei meu braço no seu e saímos assim até a recepção, as meninas com quem convivo não são as Miss Simpatias elas não gostam de mim e a Camila me enoja. 
-Comporte-se. -viu a minha reação deplorável assim que olhei para Camila.
-Sou um amor de pessoa Drake! -dei um sorriso e entrei na van.
-Muito bem meninas lindas! Hoje vamos conhecer um amigo meu na gravadora e vamos dormir por uns lugares lá perto. -deu de ombros abrindo o isopor.
-Então a gente não vai dormir no hotel? -perguntei.
-Se ele disse "Vamos dormir por lugares lá perto" não vai ser aqui. -ignorei o comentário de Camila e encarei Drake que assentiu.
-Pra esclarecer, a gente vai em uma casa grande onde tem um lugar chamado de gravadora John's o nome é meio eca mas recebe grande colaboração da Sony e se derem sorte poderão conhecer a One Direction. -Drake piscou e os hormônios das meninas se ativaram, a Camila nem se fala! Levantou o short já curto e balançou os cabelos revirei os olhos, a One Direction é uma boyband de cinco garotos lindos mas não irresistíveis!
-Chegamos! -todas descemos da van. -Tchau meninas!- quando Drake ia fechar a porta gritei seu nome rapidamente. -Oi sushine!
-Vai nos deixar sozinhas?! -assentiu
-Volto mais tarde querida! -fechou a van em meu rosto e quando busquei pelas meninas, já estavam entrando, cumprimentei o segurança e entrei.
-O senhor John as espera. -foi em nossa frente um segurança e  o outro atrás. Só porque viemos de um país considerado ''maloqueiro'' não quer dizer que vamos sair malocando por aí.
-Meninas! Drake não parava de falar de vocês! -um homem alto, robusto e bem bonito apareceu no topo da escada saindo de um quarto. -Sou Trevor Bell! O dono disso tudo e quase dono dessa gravadora! -apontou pra porta onde saiu, meio desconfortável com meu estilo: um short jeans na metade das minhas coxas com oito botões em cima e minha blusa branca com um ''MEOW'' destacado preto na mesma e ela ainda mostrava um pedaço da minha barriga.
-Meu nome é Camila! -começou! -Meu sonho é cantar!
-Achei que fosse ser modelo. -sussurrei um pouco alto e as risadinhas das meninas constrangeram Camila que me lançou um olhar.
-Tudo bem! -Trevor riu pra mim e tampei minha boca para que eu não começasse a gargalhar muito alto!  -Vamos, entrem!  Tem cinco meninos querendo conhecê-las! -abriu a porta lentamente enquanto tinha um silêncio importuno naquela sala. -Meninos, conheçam as cinco jogadoras titulares do basquete brasileiro. -Os cinco se levantaram com sorrisos e me escondi atrás de Trevor. -Você é a (seunome), né? -concordei -Drake me falou de você. Falou que você ia ficar assim, vai lá. -neguei com a cabeça e observei que Zayn grudou seu olhar em mim e minhas pernas.
-Que saco! -sussurrei  e dei um risinho, Trevor me empurrou e sorri. -Vocês são muitos! -riram- Estendam a mão esquerda.  -sem entender e questionar, estenderam. Com a minha mão bati nas cinco -Agora, fechem a mão. -terminei batendo punho com punho, sorri e disse um ''olá'' acompanhado de um sorriso simpático.
-Meninas, minha casa é a casa de vocês! Podem ir meninos! -todos saíram e as meninas atrás deles.
-Trevor, posso ficar aqui tocando o violão e cantando? -concordou
-Sabia que você era reservada mas não tanto.
-Ah! Elas nem são minhas amigas Trevor e tipo... Ele são muito bonitos mas nenhum me atrai de um jeito... Louco! Sabe? -riu e concordou acenou e saiu fechando a porta. Entrei na cabine e peguei o violão, comecei a tilintar meus dedos nas cordas e voltei a fazer um acorde, li uma música no papel, ela estava escrita em ritmo lento porém ficaria muito melhor rápida.
''Right now, I wish you were here with me! '' -cantarolei e sorri felizarda.
-Nossa! -Niall entrou na cabine e sorri envergonhada com suas palmas.
-Obrigada! -sorri
-Ficou melhor que a versão atual! -sorriu e apertei sua mão que acabara de ser esticada -Porque não está com a gente? -dei de ombros. -Bando de meninos esnobes?
-Não! Que isso... -sorri

-Então?
-Ah! As meninas são muito pulantes, sei lá! Eu não sou assim. -me sentei no chão e ele imitou o que eu fiz a poucos segundos, se sentou e mexeu no cabelo dando um sorriso de canto. -Para! -gargalhei.
-Oi! -Zayn chegou olhando em meus olhos
-Hey! -sorri -Porque não está lá conosco?
-Estou bem, aqui! -disse tranquila jogando minhas mão pra trás e se apoiando nelas.
-Ah... -olhou para Niall e depois me encarou -Qual é seu nome?
-Mas Trevor acabou de falar! -Niall sorriu travesso para Zayn que fez a pergunta e rimos.
-Valeu Niall! Você joga basquete a quanto tempo?
-Desde meus onze anos! -disse orgulhosa e pensativa lembrando dessa época.
-Namora? -neguei -Sério?! -sorri concordando. -Pretende namorar alguém?
-Não! Quero muito bem aproveitar minha vida! Vou terminar o segundo ano na faculdade ano que vem aí falta mais dois anos, quero aproveitar o fruto do meu trabalho até vinte e poucos anos! -respirei fundo ansiosa!
-Interessante...- Niall disse meio tonto e se levantou andando pela cabine.
-Mas nenhum cara de interessa? -Zayn continuou a pentelhar.
-Não. Me considero uma menina muito controlada.
-Menina? -riu me analisando, me levantei e ele fez o mesmo. -E se eu fizesse isso. -me puxou com força pela cintura colando nossos corpos. Minha respiração se descompassou de susto mas logo melhorou. -Se controlaria?
-Ahaam. -disse encarando seus olhos e andei com minhas unhas fazendo um carinho gostoso em sua nuca. -Não importa o que um cara faça, sempre me controlo Zayn. -arranhei sua nuca e me separei dele. Niall sorriu e devolvi o sorriso, Zayn estava meio, furioso talvez.
-Hum, vamos ver. -dei de ombros apenas ignorando-o

Oooooooi! aqui é a VICK, Como vão? Tantos anos, né? Hahahaha :) bem, muitaaaas saudades de vocês! Espero que comentem, amo vocês! Visitam meu blog?? http://miniimaginefanfic.blogspot.com.br/